COA esclarece candidatos à 'DNSO' 23-04-2015

Candidatos do III Curso para Directores Nacionais da Solidariedade Olímpica (DNSO) que fizeram os três módulos aguardam pela avaliação internacional


O Comité Olímpico Angolano (COA), no âmbito da actual dinâmica que está a imprimir na formação de formadores Desportivos, esclareceu aos mais recentes candidatos  à Directores Nacionais da Solidariedade Olímpica (DNSO), que aguarda apenas a avaliação do Comité Olímpico Internacional (COI) para dar a conhecer quais serão os três próximos formadores Desportivos.

No  encontro mantido na segunda-feira com a maioria dos candidatos e orientado pelo Presidente da Comissão Executiva da Olimpíada 2013-2016 do COA,  Gustavo da Conceição, foi igualmente revelado que independentemente da quota definida pelo organismo internacional para este tipo de acções formativas, continuará a contar com todos os candidatos nas futuras acções de formadores de quadros desportivos angolanos em qualquer parte do território nacional. 

O primeiro módulo do III curso DNSO, decorreu na Galeria dos Desportos, reservado a parte teoria de 14 a 19 de Julho de 2014 e contou com vinte e dois (22) candidatos onde foram submetidos aos temas como: "Estrutura do Movimento Olímpico em África", "Jogos Olímpicos da antiguidade", "Mulher e o Desporto", "Pierre de Coubertin e o diário da simbologia olímpica", "Novas iniciativas do COI", "Gigantismo no Desporto", "Experiência da Academia Olímpica Portuguesa", "Estratégia do Desporto Nacional/Plano de desenvolvimento de formação de quadros", "Comunicação e o Desporto", "Doping no Desporto", "Ètica e Fair Play", "Gestão  de Recursos Humanos", "Desporto  e subsidio para o herói Olímpico" e "Gestão financeira e fonte de financiamento".

Estes temas tiveram como preletores estrangeiros, David Sequerra,  Conrado Durantez (Espanha), Fernando Costa (Portugal), Professor Albino da Conceição, Mayimona N´zita, Luís Fernando, Stella Cristiano, Domingos Kissange, Rogério Silva e Diógenes de Oliveira, todos especialistas angolanos dos diversos temas nas áreas de saber que dominam.

O Iº módulos teve a participação de todos os 22 candidatos que no final tiveram que ser seleccionados para a defesa de um tema e a respectiva apresentação.

Nem todos, por razões que não vêem a propósito, tiveram oportunidade de participarem nos outros dois módulos (II e III), que reservam o exercício "in job" (exercício pratico com a simulação da sua participação em cursos de formação de dirigentes desportivos), de participação em palestras para formadores e finalmente a parte administrativa que diz respeito a elaboração de relatórios sobre as acções formativas que têm que ser enviadas à Solidariedade Olímpica, que é o vector do COI para este tipo de acções formativas.

 

FUTUROS DNSOS

Formadores na "pole position"

 

Dos 22 candidatos o destaque do III curso vai pelo facto ao género, onde pela primeira vez, participaram cinco (5) antigas desportistas angolanas, como Elisa Torres, Agueda Gomes (Andebol), , Nádia Cruz (Natação), Sara Tavares (Atletismo), Luzia Tadeu (Associativo Desportivo), que por motivos de força maior não concluíram os outros dois módulos (II e III).

Apenas nove (9) candidatos entre os quais: Pedro Godinho (Presidente da Federação Angolana de Andebol), Domingos Pascoal (Membro da Academia Olimpica Angolana), Adriano Nunes (Vice-Presidente da Federação Angolana de Atletismo), António Monteiro (Actual Secretário Geral do COA), Eliseu Major (Vice Presidente da Federação Angolana de Futsal), Jucelino Bento,  Nelson Lopes "Cartaxo" (representantes do Comité Desportivo Militar), Genivaldo Dias (Representante da Federação Angolana de Ténis de Campo), concluíram as três fases, estando na condição de principais candidatos à directores Nacionais da Solidariedade Olímpica.

Os restantes, nomeadamente, António Sofrimento (Representante da Federação de Basquetebol), Cardoso Lima (Representante da Federação Angolana de Futebol), João Francisco (representante da Federação Angolana de Ciclismo), Elisa Torres, Luzia Tadeu, Sara Tavares, Nádia Cruz, todas membros do COA, Anica Troço e Agostinho Neto (Associativismo Desportivo), terão agora que concluir os outros dois módulos (II e III), em função duma calendarização a ser difundida brevemente pelo COA.

A par disso, os candidatos com "cadeiras em atraso", deverão manifestar o seu interesse e disponibilidade em concluir a referida acção formativa.

 

ACÇÕES INICIAM ESTE MÊS

Palestras envolvendo futuros quadros
 

Na mais recente reunião com os futuros candidatos a "DNSO",  o Comité Olímpico Angolano (COA), que teve a participação activa do Presidente da Comissão Executiva, Gustavo da Conceição, também foi feita a calendarização das acções em que os futuros formadores estarão submetidos.

Assim sendo, as primeiras acções em que os candidatos a DNSO do III curso serão submetidos, terá uma periodicidade quinzenal, com duas palestras, envolvendo os candidatos, a partir do dia 27 deste mês.
De 27 de Abril a 06 de Julho (em todas as segundas-feiras da segunda quinzena de cada mês), estão previstas doze (12) palestras, em local, a indicar,  envolvendo todos os 22 candidatos. Depois das primeiras duas acções, as subsequentes acontecem, a 11 de Maio, 25 do mesmo mês, a 08 de Junho, seguindo-se  uma outra a 22 do mesmo mês (Junho), culminado a 06 de Julho de 2015. 


WORD, POWER POINT E EXCEL

Domínios das técnicas de informação

 

O Jornal dos Desportos também teve acesso ao facto da actual Comissão Executiva do COA estar a atento à algumas dificuldades que os futuros candidatos tiveram no manuseamento das novas tecnologias de informação como o "Word", "Power Point" e "Excel", ferramentas que interagem na preparação e apresentação das suas dissertações quanto formadores revelando que ao longo do período em curso vai igualmente proporcionar formação básica aos futuros quadros.

O COA, foi de encontro a uma preocupação de melhorar o empenho dos futuros quadros, em função de algumas deficiências manifestadas neste particular, pelos futuros candidatos à Directores Nacionais que tiveram muitas dificuldades na apresentação dos temas a que foram seleccionados no Iº módulo do IIIº curso.
Para o COA, as acções programadas deverão sempre ser realizadas no período compreendido entre as 17h30 e as 19h30, sendo que a primeira reservada para o dia 27 deste mês, será realizada na sua sede, localizada na Cidadela Desportiva, podendo as outras terem como palco, a Liga Africana nos arredores do Bairro Maculusso e na Organização Cha do Caxinde, no coração da Baixa luandense que foram as primeiras instituições a dar o seu aval positivo às iniciativas em curso.

 
 
 
Lago d’ideias
© 2012 Comité Olímpico Angolano. Todos os direitos são reservados.